Quinta-feira, Junho 08, 2006

4º dia

Excerto do artigo do PortugalDiário:

Saiu da Nazaré antes das sete da manhã e chegou à Lourinhã já da parte da tarde. «Hoje o percurso foi custoso. O vento não ajudou, o cansaço acumula-se e até a bicicleta deu problemas, porque a corrente soltou-se. Mas lá consegui arranjá-la», conta o bolseiro ao PortugalDiário.

O pão, o sumo e o iogurte que comeu durante o dia pareceram fraca ajuda quando teve de enfrentar as subidas difíceis à chegada da Lourinhã. Mas a meta já parece perto: amanhã vai chegar finalmente a Lisboa, dando por finalizado o seu protesto.

A chegada está prevista para as 17 horas, já que antes da pedalada final vai almoçar a Oeiras com os colegas da Estação Florestal.

Mesmo com o cansaço, a fome e os problemas na bicicleta, nunca lhe passou pela cabeça desistir: «Não sou pessoa de desanimar», diz ao PortugalDiário.