Quinta-feira, Junho 08, 2006

4º Dia no PortugalDiário

Excerto do PortugalDiário (4º dia)

A meta já está quase à vista. Hoje, João Freire pedalou mais de seis horas e fez 106 quilómetros na sua corrida em protesto contra os atrasos no pagamento da sua bolsa de investigação. No total, já percorreu 346 quilómetros, uma vez que pelas estradas por onde vem o caminho torna-se mais longo do que os 300 quilómetros pela auto-estrada.

Saiu da Nazaré antes das sete da manhã e chegou à Lourinhã já da parte da tarde. «Hoje o percurso foi custoso. O vento não ajudou, o cansaço acumula-se e até a bicicleta deu problemas, porque a corrente soltou-se. Mas lá consegui arranjá-la», conta o bolseiro ao PortugalDiário.

O pão, o sumo e o iogurte que comeu durante o dia pareceram fraca ajuda quando teve de enfrentar as subidas difíceis à chegada da Lourinhã. Mas a meta já parece perto: amanhã vai chegar finalmente a Lisboa, dando por finalizado o seu protesto.

A chegada está prevista para as 17 horas, já que antes da pedalada final vai almoçar a Oeiras com os colegas da Estação Florestal.

Mesmo com o cansaço, a fome e os problemas na bicicleta, nunca lhe passou pela cabeça desistir: «Não sou pessoa de desanimar», diz ao PortugalDiário.